Conecte-se conosco

Geral

Chuvas intensas podem aumentar erosão na GO-070, saída para Inhumas; local é monitorado

Publicado

em

Local foi bloqueado no último dia 24 de janeiro após parte do acostamento e da pista cederem

A pista da GO-070, no sentido Goiânia/Goianira, continua interditada. Chuvas intensas nos próximos dias podem aumentar o tamanho da erosão. (Foto: Defesa Civil)

MAIS GOIÁS – A pista da GO-070, no sentido Goiânia/Goianira continua interditada em razão de uma erosão nas proximidades do Hospital de Urgências Governador Otávio Lage (Hugol), na capital. Local foi bloqueado no último dia 24 de janeiro após parte do acostamento e da pista cederem. Chuvas intensas previstas para o final de semana podem aumentar a erosão. Agência Goiana de Infraestrutura e Transportes (Goinfra) faz o monitoramento da via.

Nos próximos dias, segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), a previsão é de chuva na capital, o que deve redobrar a atenção com o trecho interditado na GO-070. A Goinfra salientou que equipes seguem monitorando o local e realizando intervenções para suavizar quaisquer danos que possam aparecer até que se conclua o projeto final. Previsão de entrega da obra em definitivo é de 60 dias.

Anteriormente, a pasta já havia informado que atua na rodovia desde que parte do acostamento e da pista cederam, no último dia 24. Segundo o órgão, as equipes fizeram interrupção imediata do local e desvio do tráfego da pista afetada. A alternativa foi utilizar a pista Goianira/Goiânia para o tráfego nos dois sentidos. Desde então, motoristas enfrentam trânsito intenso nos cerca de 3,6 km de interdição.

Em nota divulgada à imprensa, a Goinfra disse ainda que engenheiros técnicos fizeram vistoria técnica no local. A equipe trabalha também na elaboração de projeto de construção de novo bueiro celular e recomposição do aterro e do pavimento, com previsão de entrega do projeto em 30 dias.

Publicidades

Mais Lidas