Conecte-se conosco

Polícia

Três criminosos morrem em confronto com o GPT de Niquelândia e Uruaçu, na BR 414

Publicado

em

Fotos: Redes Sociais

De acordo com as informações do boletim de ocorrências de número 13097375, registrado pela Polícia Militar do 14º Batalhão através do Grupo de Patrulhamento Tático (GPT) da Companhia Dependente de Niquelândia, três criminosos morreram após trocar tiros com os policiais na BR-414, zona rural do município de Niquelândia. Também participaram desta ocorrência a equipe 10480, do GPT de Uruaçu.

Segundo o relato dessa ocorrência, o GPT – equipe 10481 – recebeu informações de que três indivíduos estaria deslocando de Anápolis com drogas e armas que seriam encaminhadas para Niquelândia. Eles estariam em um veículo Fiat Palio de cor cinza, placa KEL-2848. Diante das informações, as duas equipes do GPT, sendo uma da Niquelândia (GPT-10481) e a outra de Uruaçu (GPT-10480), deslocaram pela BR-414 afim de averiguar as informações repassadas para a equipe.

Quando as equipes estava nas proximidades da Fazenda Raza, foi visualizado o veículo informado, onde houve a tentativa de abordagem, mas o condutor do veículo não obedeceu a ordem de parada e empreendeu fuga. Consta ainda que os ocupantes do veículo efetuaram disparos de arma de fogo contra a guarnição, que de imediato iniciou o acompanhamento, sendo que logo em seguida os três suspeitos desembarcaram do carro e adentraram em uma mata próximo do local, atirando na direção dos policiais.

De imediato, os policiais realizaram o cerco, onde um dos indivíduos novamente atirou contra a equipe o GPT de Niquelândia, que diante da ação do indivíduo foi feito o revide e o mesmo foi alvejado. Na continuidade das buscas, em um outro local dentro da mata, a equipe do GPT de Uruaçu foi surpreendida por novos disparos de arma de fogo realizados pelos outros dois criminosos. Diante da ação, os militares revidaram e alvejaram os outros dois.

Com o indivíduo do primeiro confronto, sendo este identificado como Matheus Rodrigues de Freitas. Nascido em 21/11/97 (22 anos) foi encontrado um revólver, calibre 38 municiado com seis munições, sendo que 4 delas estavam deflagrados e 2 intactas. Com o outro baleado, Raylison Rodrigues de Oliveira, nascido em 9/01/98 (21 anos) os policiais localizaram um revólver, calibre 22, com 3 munições deflagradas, 1 picotada e 2 intactas. E o terceiro, Túlio Victor Inácio de Oliveira, nascido em 21/08/97 (22 anos), com pistola, calibre 380, com um carregador de capacidade para 20 munições.

Após realizar as buscas no veículo que eles estavam foi encontrado no interior do mesmo: 2 tabletes de maconha, pesando aproximadamente 3 quilos; mais 1 porção de aproximadamente 50 gramas de cocaína, além de R$ 1.386,, reais em espécie. Dentro do veículo também tinha um forno micro-ondas; 1 aparelho DVD da marca Pioneer; 1 aparelho de som da marca Pioneer; 1 crossover Stetison; 1 cordão na cor amarelada, aparentemente de ouro e um aparelho celular.

Foram encontrados documentos de identificação de 2 dos indivíduos, sendo estes reconhecidos como autores de diversos crimes na região, inclusive estes fazem parte de uma quadrilha especializada em roubos a propriedades rurais, veículos, cargas e tráfico de drogas além de possuírem uma extensa ficha criminal. Eles estavam em um Fiat Palio ELX de cor cinza, ano 2001, placas KEL-2848, de propriedade de Fabiulla. O veículo foi recolhido para o pátio da Delegacia de Polícia Civil de Niquelândia, no boletim não foi mencionado quem conduzia o mesmo no momento da abordagem policial.

Como o local é ermo, e sem conexão telefônica, nem sinal do rádio das viaturas, os policiais colocaram os três baleados nas viaturas e deslocaram para Niquelândia, pois não conseguiram contato com as equipes do SAMU e Bombeiros. Ao chegar no Hospital Municipal Santa Efigênia, consta no boletim, que os plantonistas se recusaram a prestar os atendimentos aos três baleados, alegando que os mesmos já estariam mortos. Diante dos fatos policiais acionaram a Polícia Técnico-Científica de Uruaçu para fazer a remoção dos corpos e encaminhar os mesmos para o Instituto Médico Legal (IML) daquela cidade.

Como a equipe do IML estava em outro atendimento, na cidade de Mara Rosa, os militares do GPT foram orientados a acionar as equipes das funerárias da cidade para recolher os corpos até a chegada do IML, pois os plantonistas do Hospital Municipal Santa Efigênia se recusaram, também, de fazer a guarda dos corpos na unidade até a chegada da Polícia Técnico-Científica de Uruaçu. De imediato os plantonistas do Grupo Serpos e Global estiveram no hospital e recolheram os corpos dos três jovens.

Em ato contínuo desta ocorrência, as equipes policiais deslocaram até a Delegacia de Polícia Civil, onde os objetos apreendidos juntamente com o veículo usado pelos criminosos e as armas de fogo que estava de posse deles foram entregues para o plantonista para que as devidas providências fossem tomadas. Nas fotos: Matheus está de camiseta vermelha. Raylison de camiseta preta e Túlio de camiseta branca.

(As informações são do Plantão de Notícias 24 Horas).

--Publicidade--
--Publicidade--

Publicidades

--Publicidade--
--Publicidade--
--Publicidade--
--Publicidade--

Mais Lidas