Conecte-se conosco

Goianira

PC prende acusado de matar homem e atear fogo em corpo junto com pneus, em Goianira

Publicado

em

O crime teria sido motivado por uma suspeita de que o homem teria furtado um cofre de moedas dos criminosos.

A Polícia Civil de Goiás prendeu um homem, de 24 anos, acusado de matar outro homem e atear fogo  em corpo junto com pneus, em Goianira.

O mandado de prisão temporária foi cumprido nesta quarta-feira (11/12) em desfavor de Willis Kervolley Mendes Godim, conhecido como Gordinho, de 24 anos.

Willis é apontado como o quatro participante de um homicídio que aconteceu no fim de 2016, onde a vítima foi morta e carbonizada.

Conforme informações da Polícia Civil (PC) ele era o único integrante da quadrilha que se encontrava foragido, mas foi encontrado e preso em Aparecida de Goiânia.

O crime onde o preso é acusado de matar homem e atear fogo em corpo junto com pneus, em Goianira

De acordo com a PC, o crime aconteceu no dia 29 de dezembro de 2016, quando a vítima foi espancada dentro de casa. Após o episódio, os homens ainda sequestraram a vítima, colocaram em um veículo e, no dia seguinte, o corpo foi encontrado parcialmente carbonizado, no trecho entre o Jardim Imperial e Setor Serra Dourada, em Goianira.

Conforme consta, os criminosos utilizaram pneus para atear fogo e destruir o corpo. O crime teria sido motivado por uma suspeita de que o homem teria furtado um cofre de moedas dos criminosos.

Em 2018, a PC já havia cumprido as prisões de Alexandre Antonio da Silva, conhecido como Paulista ou Zói, 31 anos, e Alencar Ciriaco Dias, 34 anos, que seguem presos. O terceiro envolvido foi identificado como Mirionaldo Souza dos Santos, conhecido como Zé pequeno, morto em 2018.

FONTE: DIA ONLINE

--Publicidade--
--Publicidade--

Publicidades

--Publicidade--
--Publicidade--
--Publicidade--
--Publicidade--

Mais Lidas