Conecte-se conosco

Polícia

Mãe chama a polícia após filho confessar que matou homem e jogou a cabeça dele em rua de Orizona-GO, diz polícia

Publicado

em

Ezequiel é suspeito de decapitar a vítima em briga de bar, em Orizona, Goiás — Foto: Reproduçao/TV Anhanguera

Uma mulher chamou a Polícia Militar, nesta sexta-feira (29), para prender o filho dela, após ele contar que tinha matado Levino Florentino de Sousa Filho, de 51 anos, em um bar de Orizona, região sul de Goiás. Segundo a Polícia Civil, Ezequiel Joaquim da Silva, de 20 anos, ainda cortou a cabeça da vítima e a jogou no meio de uma rua da cidade.

“O Ezequiel confessou o crime primeiro para a mãe, e ela chamou a polícia”, conta o delegado Vinícius Marcus da Costa Júnior, responsável pelo caso.

A polícia informou que Ezequiel confessou o crime ao ser preso e contou que contou com a ajuda de Dorval Ferreira, de 35 anos. O homem também foi preso, mas ficou em silêncio durante o interrogatório.

Até a publicação desta reportagem, os suspeitos não tinham apresentado advogado à Polícia Civil.

Crime

O homicídio aconteceu na madrugada de quarta-feira (27). Segundo o delegado, Ezequiel contou que ele e Dorval tinham uma briga antiga com a vítima. Por isto, atraíram Levino para um bar com a intenção de matá-lo.

Levino Florentino teve a cabeça decapitada e jogada na rua, em Orizona, Goiás — Foto: Reprodução/TV Anhanguera

Em seguida, conforme o delegado, Dorval foi embora, mas Ezequiel ficou para decapitar a vítima e jogou a cabeça dela no meio da rua.

Equipes da Polícia Técnico-Científica procuram pela faca usada no crime. Até a publicação desta reportagem, ela não tinha sido encontrada.

FONTE: G1 GO

--Publicidade--

Publicidades

--Publicidade--
--Publicidade--
--Publicidade--

Mais Lidas