Conecte-se conosco

Polícia

Funcionária Pública que foi espancada em Itaguari já passou por quatro cirurgias no Hugol e ainda faltam duas; crime pode ter motivação política

Publicado

em

Servidora espancada em Itaguari deve passar por mais cirurgias (Foto: Arquivo pessoal)

-DIRETO DA REDAÇÃO- A servidora pública Adriana Fernandes de Oliveira, de 48 anos, que foi espancada por dois homens em Itaguari, já passou por quatro procedimentos cirúrgicos, nos braços e pernas. E ainda terá que passar por um processo cirúrgico na boca e perna direita.

O crime cometido contra a servidora pública ocorreu no dia 24 de outubro, e desde então, ela permanece internada no Hospital Estadual de Urgências Governador Otávio Lage de Siqueira (HUGOL),  sem previsão de alta hospitalar.

A vitima contou que já prestou depoimento ao delegado Leandro Pinheiro, da delegacia de Itaberaí, que preside as investigações.  Um investigador  policial esteve no hospital na segunda-feira (4). “Ele disse que já ouviu outras partes também”.

Já o delegado de Itaberaí, Dr Leandro Pinheiro diz que as investigações estão em andamento. “Perícias foram feitas e estamos aguardando o resultado”.  O delegado informa que alguns detalhes não podem ser divulgados ainda, todavia, revela que ainda não existe uma linha de investigação definida. “Mas estamos apurando brigas políticas e problemas pessoais da vítima”.

Em entrevista concedida ao Portal Mais Goiás, a servidora pública acusa um vereador do município de ser o mandante do crime. Já  o vereador, que não teve a identidade revelada, nega envolvimento  no episódio da agressão.

Segundo a vítima, a motivação seria  desavença politica  “entre os dois”,  com discursos acalorados no plenário da Câmara  Municipal e postagens em redes sociais  comentando a respeito de obras que o prefeito realizou no município.

O vereador destaca que “tem que ser apurado, porque jamais faria isso com qualquer pessoa. E, como representante do povo, acho ruim que isso aconteça no meu município. Não devo e, por isso, não preciso de um advogado”, finaliza.

ENTENDA O CASOhttps://www.portaldaepoca.com.br/2019/11/funcionaria-publica-e-espancada-dentro-de-casa-com-barra-de-ferro-sofre-varias-fraturas-e-tem-o-cabelo-cortado-em-itaguari/

Texto: Eduardo de Carvalho

 

Publicidades

--Publicidade--
--Publicidade--
--Publicidade--

Mais Lidas