Conecte-se conosco

Notícias policiais

Polícia Civil prende em flagrante mulher usou documento falso para sacar auxilio doença em agência bancaria

Avatar

Publicado

em

Há vários meses a Polícia Civil faz um monitoramento velado de possíveis estelionatários que agem na cidade de Jaraguá.

No dia de ontem (10/09/19), no final da tarde, os policiais civis, após troca de informações, passaram a monitorar uma mulher em atitude suspeita.

Essa mulher estava dentro de uma agência bancária e, munida de Carteira de Identidade e Carteira de Trabalho falsas, ela chegou a conseguir a ordem de pagamento de 4 mil reais emitida pelo Banco, porém, quando foi pegar o dinheiro, foi dada voz de prisão a ela.

Ela se passava por LUCIENE DE MEDEIROS SILVA. Após diligências, os policiais civis descobriram que ela é, na verdade, LUCIENE PEREIRA DE SOUZA. Na Delegacia ela confessou as práticas dos crimes.

Ela foi autuada em flagrante pelos crimes de uso de documento falso e tentativa de estelionato. Ela veio da cidade de Pirenópolis somente para aplicar o golpe em Jaraguá.

Já está no presídio a disposição da justiça. Informou Rádio Líder FM repórter Dudi bill

--Publicidade--

Inhumas

Inhumas – Polícia Civil efetua prisão em flagrante de investigada pelo crime de cárcere privado; vítima fazia necessidades fisiológicas em balde

Avatar

Publicado

em

Nesta quinta-feira (19), a Polícia Civil de Goiás, por meio da Delegacia de Inhumas, efetuou a prisão em flagrante de C.M.A. pelo crime de cárcere privado qualificado (art. 148, § 2º do Código Penal). A autuada mantinha a vítima T.M.N. em cárcere privado em sua própria residência.

As investigações se iniciaram a partir de delação inqualificada encaminhada a Delegacia da Polícia Civil de Inhumas pelos Direitos Humanos, onde se noticiava que a vítima era mantida em encarcerada durante o dia, sem alimentação e cuidados adequados, já que tem deficiência física e mental.

Imediatamente os investigadores iniciaram diligências com o objetivo de apurar a veracidade da delação anônima. Contudo, nas diversas vezes que estiveram no local não obtiveram êxito, já que a residência sempre se encontrava fechada e aparentemente sem ninguém no local.

Assim, para o prosseguimento das investigações houve representação ao Poder Judiciário pela busca e apreensão no local do fato, a medida foi deferida e cumprida nesta data.

Durante o cumprimento do mandado de busca, os investigadores da Delegacia de Inhumas adentraram no local e constataram que a vítima estava encarcerada dentro de um dos quartos da residência, onde também havia um balde, que a vítima utilizava para fazer suas necessidades fisiológicas, já que não tinha acesso a um banheiro.

A autora foi então presa em flagrante pelo crime de cárcere privado.

Continue lendo

Estatísticas do Google Analytics

gerado por GADWP 

Publicidades

Posts recentes

Destaques