Conecte-se conosco

Geral

Pastor é preso em Goianira suspeito de estuprar a enteada por sete anos e engravidá-la, em Goiânia

Avatar

Publicado

em

Pastor é preso suspeito de estuprar a enteada por sete anos e engravidá-la, em Goiânia, Goiás — Foto: Divulgação/Polícia Civil

O homem, que também trabalha como pedreiro, foi detido em cumprimento a um mandado de prisão, na terça-feira (3), na casa de parentes, em Goianira, na Região Metropolitana de Goiânia. Ele já possui advogado, mas a polícia não soube informar o nome do profissional.

De acordo com a delegada Ana Elisa Gomes, titular da Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA) de Goiânia, o caso só foi descoberto há alguns dias, depois que a mãe da garota desconfiou da gravidez.

“A mãe percebeu a barriga dela um pouco grande. Ela usava roupas largas, mas, naquele dia, vestiu uma blusinha mais apertada”, disse ao G1.

Em seguida, conforme a delegada, a mãe conversou com a filha. Foi quando a vítima contou sobre os estupros. “A mãe conversou com a filha, que acabou contando sobre os abusos e revelou que a menstruação estava atrasada. Posteriormente, a gravidez foi confirmada”, completou.

--Publicidade--

Geral

Prefeitura de Itaberaí suspende auxílio do transporte universitário. ‘Nosso sonho de fazer faculdade acaba que vai por água abaixo’

Avatar

Publicado

em

A Prefeitura de Itaberaí publicou um decreto no qual suspende o benefício destinado à estudantes. O benefício era utilizado para universitários que residem em Itaberaí, mas que estudam em cidades vizinhas como: Inhumas e Goiânia.

O mesmo era concedido desde 2014, através de uma lei. O auxílio variava de R$ 75,00 a R$120,00, e para receber era necessário comprovar renda mínima de até 02 salários, além de colaborar em horas de trabalho voluntário ou doações de sangue.

Com a nova realidade da cidade, muita gente não poderá realizar o sonho de concluir o ensino superior.

De acordo com Gustavo Moreira: “ Nosso sonho de fazer faculdade, acaba que vai por água abaixo, sabendo que já temos que desembolsar nossa mensalidade que não é barata, e ainda pagar por completo o transporte, ai de repente o município, que já é de tradição ajudar, fala que não vai poder ajudar. O que vai acontecer? As pessoas vão ter que cancelar a faculdade”, afirma.

Entramos em contato com a Assessoria de Comunicação da Prefeitura, nos informando que a medida foi tomada de acordo com um ofício do Tribunal de Contas, no qual aponta que o município está com despesa total de pessoal acima do limite legal.

Esperamos um bom senso por parte de nossos administradores, com um olhar diferenciado para EDUCAÇÃO, que é parte primordial do desenvolvimento de nossa cidade, e que gastos com pessoal sejam entendidos como folha de pagamento e não como auxílio aos nossos universitários.

Fonte: Portal Itaberaí

Continue lendo

Estatísticas do Google Analytics

gerado por GADWP 

Publicidades

Posts recentes

Destaques