Últimas Notícias
Home / Destaque / Duas pessoas são presas em Jaraguá por repassar cheques fraudados a comerciantes

Duas pessoas são presas em Jaraguá por repassar cheques fraudados a comerciantes

A equipe de policiais civis da Delegacia de Polícia de Jaraguá conseguiu prender, na última quarta-feira (15), duas pessoas suspeitas de repassar cheques fraudados a comerciantes da cidade.

Chegou ao conhecimento da polícia que, na data de ontem, uma mulher se deslocaria até um estabelecimento comercial para efetuar compras usando um cheque fraudado. Luana Cristina Gama foi presa em flagrante. O prejuízo ao comércio foi de mais de R$ 2.000,00, porém, todo o dinheiro foi recuperado. Luana já tinha repassado, dias atrás, à mesma loja, outras duas folhas de cheque fraudadas, lesando o comércio em R$ 1.500,00.

Dando sequência às diligências, os policiais civis obtiveram a informação de que a pessoa de Wederson, no período da tarde, se encontraria com Luana para repassar a ela mais três cheques fraudados na intenção de colocá-los no mercado e causar prejuízo econômico aos comerciantes. Os policiais, em operação, também conseguiram prender em flagrante Wederson José de Oliveira na posse de três folhas de cheque fraudadas e prontas para serem entregues a Luana.

Diante dos fatos, tanto Luana quanto Wederson foram autuados em flagrante pelo delito de estelionato em concurso de pessoas. Na delegacia de Jaraguá, há vários procedimentos criminais instaurados pelos mesmo crime envolvendo Luana.

Sobre Eduardo de Carvalho

Avatar
Eduardo de Carvalho é jornalista (DRT 0003438/GO) e radialista (DRT0037011/GO). Diretor geral do Portal da Época; apresentador do Programa Show da Noite veiculado pela Rádio Educativa FM 87,9 de Inhumas - Goiás; Diretor geral da Rádio Milênio FM da Cidade de Caturaí - Goiás.

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.