Home / Destaque / Inhumas – Polícia Civil efetua prisão de mulher foragida do estado do Tocantins

Inhumas – Polícia Civil efetua prisão de mulher foragida do estado do Tocantins

A Polícia Civil do Estado de Goiás, por meio da Delegacia de Inhumas, cumpriu ontem, dia 26-02-2019, mandado de prisão em desfavor de Camila Pereira da Silva, ela é investigada pela morte de José Alexandre Rodrigues, cujo corpo foi encontrado em sua residência na cidade de Palmas-TO no dia 04-02-2019 já em estado avançado de putrefação e com uma faca cravada em seu pescoço. 

As investigações da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Palmas apurou que Camila foi a autora do homicídio. Após o compartilhamento de informações entre a DHPP e a Delegacia de Inhumas, os investigadores da Polícia Civil de Goiás localizaram a foragida na cidade de Inhumas e deram cumprimento ao mandado de prisão expedido pelo juízo de Palmas.

A autora foi interrogada na Delegacia de Inhumas e confessou a autoria do delito, porém disse que desferiu a facada no pescoço da vítima para se defender, já que José Domingos tentou agarrá-la a força, logo depois do fato veio para a cidade de Inhumas, pois temia ser presa em Palmas.

A autora foi recolhida na Unidade Prisional de Inhumas e será recambiada para a cidade de Palmas nos próximos dias.

Sobre Direto da Redação

Veja Também

Araçu – Polícia Civil efetua prisão em flagrante de 7 indivíduos pelo crime de posse ilegal de armas e munições

Espalhe por ai: A Polícia Civil do Estado de Goiás, por meio da Delegacia de ...

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.