Home / Destaque / Após sair do velório da irmã em Itaberaí, pastor, mulher e sobrinha morrem em acidente na GO-222, em Anápolis

Após sair do velório da irmã em Itaberaí, pastor, mulher e sobrinha morrem em acidente na GO-222, em Anápolis

Carro em que eles estavam bateu de frente contra caminhão. Filha do casal e caminhoneiro ficaram feridos.

João Batista Gomes, a sobrinha Irene Lúcia Gomes e a esposa dele, Sueli Pereira de Matos Gomes, morrem em acidente na GO-222 em Anápolis — Foto: Mauro Severiano/ Arquivo pessoal

O pastor evangélico João Batista Gomes, de 60 anos, a mulher dele, Sueli Pereira de Matos Gomes, de 49, e a sobrinha Irene Lúcia Gomes, de 49, morreram em um acidente entre o carro em que eles viajavam e um caminhão, na GO-222, em Anápolis, a 55 km de Goiânia. A filha do casal e o caminhoneiro também ficaram feridos.

João também trabalhava como chefe de gabinete do vereador de Anápolis Mauro Severiano. Ao G1, o político contou que a família estava voltando de Itaberaí, onde ocorreu o velório da irmã de João Batista e mãe de Irene.

/Acidente entre carro e caminhão na GO-222, em Anápolis — Foto: Lys Mendes/ TV Anhanguera

G1 GO

O acidente aconteceu por volta das 15h30, no Setor Santa Cecília, no perímetro urbano de Anápolis. Segundo o Corpo de Bombeiros, testemunhas relataram que o carro do pastor, um Ford Eco Sport, bateu de frente contra o caminhão quando tentava fazer uma ultrapassagem. No entanto, as circunstâncias do acidente só poderão ser confirmadas pela perícia.

João Batista, Sueli e Irene morreram no local do acidente. Já a filha do casal foi socorrida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e encaminhada ao Hospital de Urgências de Anápolis (Huana). O caminhoneiro foi levado para a mesma unidade de saúde.

G1 pediu ao Huana, por e-mail, informações sobre o estado de saúde dos pacientes, mas não obteve retorno até a publicação desta reportagem.

G1 GO

Veja Também

Inhumas – Operação “Route Malum” revela que vereador e ex, podem estar envolvidos em suposto favorecimento e fraude em licitações de transporte escolar

Espalhe por ai: A Polícia Civil do Estado de Goiás, por meio da Delegacia de ...

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.