Home / Destaque / Polícia detém 20 pessoas suspeitas de série de homicídios em Goiânia ordenados por detentos

Polícia detém 20 pessoas suspeitas de série de homicídios em Goiânia ordenados por detentos

Segundo a corporação, quatro deles são menores. As investigações apontam que as mortes têm envolvimento com tráfico de drogas.

Presos suspeitos de participar de homicídios na região do Vera Cruz em Goiânia — Foto: Vitor Santana/G1

A Polícia Civil prendeu 16 adultos e apreendeu quatro menores suspeitos de cometerem uma série de homicídios na região do Setor Vera Cruz, em Goiânia. Os crimes eram ordenados por dois detentos e estavam ligados ao tráfico de drogas. Segundo a corporação, familiares dos líderes levavam uma vida de luxo.

Os 20 mandados de prisão e apreensão foram cumpridos entre quinta-feira (18) e sexta-feira (19). Outros dois membros da organização eram os detentos que comandavam os homicídios e já estavam presos. O grupo é suspeito de 18 assassinatos no último ano. A maior partes deles, relacionada à disputa pelo tráfico de drogas na região.

“Os criminosos, liderados por dois detentos da Ala B, da Penitenciária Odenir Guimarães, matavam os rivais, ligados a Ala C”, disse o delegado Thiago Martimiano.

O grupo também movimentava grande quantia em dinheiro resultante do tráfico. Em apenas uma das contas a movimentação foi de R$ 1,8 milhão em um ano.

Foram presos 12 homens, quatro mulheres, que são esposas de suspeitos, e quatro adolescentes homens, com idades entre 15 e 17 anos.

“Cada um tinha uma função. Tinhas os líderes, que comandavam tudo com o uso de celular ou com ajuda de esposas e parentes próximos. Os familiares lavavam o dinheiro e os menores e alguns outros integrantes ficavam responsável pelos assassinatos”, disse o delegado.

O grupo vai responder pelos crimes de homicídio, organização criminosa, tráfico de drogas, associação para o tráfico, lavagem de dinheiro e porte de arma.

Segundo o secretário de Segurança Pública, Irapuan Costa Júnior, o combate às organizações criminosas que são lideradas de dentro dos presídios é uma missão complexa.

“É preciso fazer uma reforma no código penal e no sistema prisional. É preciso transformar alguns presídios de segurança máxima. Sem isso, vai continuar a mesma situação e vamos combater com as armas que temos, fazendo revistas, apreendendo os celulares”, disse.

Crime por engano

De acordo com a polícia, um dos homicídios cometidos pelo grupo foi de Débora Veríssimo, de 49 anos, e do sobrinho dela, Rodrigo Cintra, de 26. Esse duplo homicídio ocorreu na porta da casa das vítimas, no Conjunto Vera Cruz II no último dia 2 de outubro. Segundo informações de testemunhas, dois homens em uma moto atiraram contra as vítimas na porta de casa e fugiram.

“O alvo era o irmão do Rogério, que é ligado a uma facção criminosa. Mas como os dois são muito parecidos, ele foi morto por engano”, completou o delegado.

Segundo o investigador, os menores apreendidos é que são suspeitos do homicídio.

Rodrigo Cintra e Débora Veríssimo foram assassinados a tiros em Goiânia — Foto: Reprodução/TV Anhanguera

FONTE: https://g1.globo.com/go/goias/noticia/2018/10/19/policia-detem-20-pessoas-suspeitas-de-serie-de-homicidios-em-goiania-ordenados-por-detentos.ghtml

Crime por engano

Sobre Direto da Redação

Veja Também

Presos torcedores suspeitos de perseguir, espancar e matar rival esmeraldino na Av. Perimetral

Espalhe por ai: Membros do Esquadrão Vilanovense seguiram um grupo de torcedores do Goiás e ...

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.