Home / Destaque / Cientistas de Hong Kong dizem que novas pesquisas apontam para anticorpo universal para HIV

Cientistas de Hong Kong dizem que novas pesquisas apontam para anticorpo universal para HIV

Campanha contra Aids em Chandigarh, Índia, 1/12/2017 REUTERS/Ajay Verma

Foto: Reuters

Uma equipe de pesquisadores da Aids em Hong Kong afirma que sua nova pesquisa, testada em ratos, indica uma cura funcional para o HIV, vírus que causa a síndrome, podendo levar à criação de um novo anticorpo que poderia ser usado tanto para a prevenção quanto para o tratamento.

As descobertas, publicadas na revista Journal of Clinical Investigation, são divulgadas enquanto a China enfrenta uma crescente epidemia entre grupos de risco, como trabalhadores sexuais e homens homossexuais.

Uma equipe liderada pelo professor Chen Zhiwei no Instituto de Aids da Universidade de Hong Kong diz que a descoberta, testada em ratos, mostra que o novo anticorpo pode ajudar a controlar o vírus e eliminar células infectadas.

O anticorpo poderia tratar todas os tipos do HIV -pela primeira vez, disse Chen- já que não há vacinas contra os diferentes tipos do vírus causador da Aids.

“O nosso recém-descoberto anticorpo biespecífico funciona para todos os tipos, então é uma grande diferença’, disse Chen à Reuters.

Chen e sua equipe dizem que buscam usar o anticorpo em testes clínicos entre os próximos três a cinco anos.

FONTE: https://www.terra.com.br/noticias/mundo/cientistas-de-hong-kong-dizem-que-novas-pesquisas-apontam-para-anticorpo-universal-para-hiv,61b5bf88ea8c3689e2603bfbfcef0126hu26ag7f.html

Sobre Direto da Redação

Veja Também

Homem é preso após abastecer seu veículo e evadir do estabelecimento comercial sem pagar pelo combustível, em Araçu

Espalhe por ai: Na tarde desta segunda-feira, 08/04/19, a equipe de serviço do 40° BPM ...

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.